Aprovado projeto que inclui literatura regional no curso de Letras

“Não há como exigir um conhecimento universal sem o conhecimento das raízes e da origem de cada cidadão”, afirma o autor da proposta, deputado federal Capitão Wagner.

A Comissão de Educação aprovou, na quarta-feira (6), o Projeto de Lei 6258/19, que torna obrigatório o ensino de literatura regional e local nos cursos de Letras das universidades públicas federais, a fim de valorizar a cultura dos estados brasileiros. A proposta é de autoria do deputado federal Capitão Wagner (PROS-CE).

“A proposição busca proporcionar a necessária e completa formação, em benefício de toda a sociedade, dos cidadãos e dos estudantes dos cursos de Letras, através do conhecimento e reafirmação dos valores literários regionais e locais. Não há como exigir um conhecimento universal sem o conhecimento das raízes e da origem de cada cidadão. Em outras palavras: não se pode cobrar do acadêmico o domínio, por exemplo, da literatura russa se ele desconhece a literatura do estado onde nasceu”.

O texto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, e dá o prazo de três anos letivos para os sistemas se adaptarem às exigências. O projeto segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Redação PROS na Câmara

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS

Receba nossas atualizações e notícias

Compartilhar:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Notícias Relacionadas

Notícias

Projeto cria o Dia Nacional do Policial Penal

“Homenagear esses profissionais da segurança pública com uma data a ser inserida no calendário oficial nacional é uma forma de relembrar o histórico e, principalmente,

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de atendimento está online para atender ao público.
👋 Olá em que posso ajudar?

ACESSAR SGP