Campanha Reforma Tributária: O Brasil Pode Mais

A Reforma Tributária, sem dúvidas, é o projeto mais aguardado por diversos setores do país. Principalmente em um momento em que a economia busca fôlego para retomada de crescimento após os impactos provocados pela pandemia.

Acreditamos que falta cada vez menos para o Brasil encarar um dos seus maiores desafios para o futuro com o debate sobre a reforma tributária. E a discussão do tema irá determinar tanto a capacidade de desenvolvimento do país nos próximos anos, quanto a velocidade com que iremos conseguir superar a crise. Nesse sentido, o Partido Republicano da Ordem Social (PROS) lança a campanha “O Brasil Pode Mais”.

Consideramos que é chegada a hora de construir, juntos, um sistema mais justo e simples para que haja, de fato, desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda no país. Há alguns anos, assistimos um Brasil dividido pela polarização política, mas todos concordamos que o Brasil Pode Mais, independentemente das nossas posições políticas.

O PROS é um partido jovem que nasceu com o propósito de combater os altos impostos no Brasil e tem como principal bandeira partidária a Reforma Tributária. Dessa forma, nos posicionamos em defesa de um sistema de tributação descomplicado e transparente a fim de aumentar a nossa produtividade, capacidade de inovação e promover o crescimento econômico para nação.

É muito importante debatermos o tema e desenvolvermos um sistema capaz de atender todas as classes sociais. Pois, consideramos que é essencial a elaboração de uma Reforma Tributária que beneficie todos os brasileiros sem privilégio de classes.

Mudança estrutural para gerar mais investimentos e crescimento sem aumentar o gasto do Estado brasileiro;

O PROS busca maior progressividade no sistema nacional, defendendo o alinhamento da carga tributária brasileira a dos países integrantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), por exemplo, de modo a dar maior competitividade ao produto nacional, por meio da diminuição dos encargos incidentes sobre o consumo e a base produtiva; gerar a simplificação do sistema tributário; a redução do Custo Brasil e manter uma arrecadação tributária suficiente para atender despesas primárias do Governo, respeitando o equilíbrio fiscal do país.

Tendo por base a redistribuição da arrecadação, da renda e do consumo, pretende-se melhorar o poder de compra da população e estimular a demanda agregada necessária à economia.

As medidas que defendemos buscam aumentar a renda da base da pirâmide social sem, contudo, aumentar o gasto público e endividar as famílias brasileiras, em especial, as mais pobres; ampliar a capacidade de compra dos trabalhadores e promover um choque de demanda na economia para gerar aumento do emprego, da renda e do PIB brasileiro.

 

Assista nosso vídeo e conheça acompanhe nossa proposta para Reforma Tributária no Brasil: