Dia Internacional da Luta Contra a AIDS: Clarissa Garotinho faz alerta e chama a atenção para a importância da Prevenção

Instituído em 1988 pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o Dia Internacional da Luta Contra a AIDS celebrado em 1º de dezembro enfatiza as maneiras de prevenção e busca conscientizar a população contra o preconceito e os estigmas que portadores do HIV sofrem na sociedade.

Por meio de suas redes sociais, a deputada federal Clarissa Garotinho (PROS-RJ) fez um alerta sobre a importância da prevenção, uma vez que, das 900 mil pessoas que vivem com HIV no Brasil, 135 mil não sabem que estão infectadas. “No Dia Internacional da Luta Contra a AIDS venho fazer um alerta. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde mostram que dos 900 mil brasileiros que carregam o vírus transmissor, 15% não tem consciência disso. A AIDS não tem cura, mas tem tratamento. Previna-se”, alertou a parlamentar.

Ainda conforme os dados do Ministério da Saúde, nos últimos cinco anos, o número de mortes pela doença caiu 22,8%, passando de 12,5 mil, em 2014, para 10,9 mil, em 2018.

Já a nível mundial, a ONU estima que cerca de 1,7 milhão de pessoas tenham sido infectadas ao longo do ano passado. A disseminação da doença, embora seja 16% inferior ao observado em 2010, preocupa o organismo internacional.

 

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está online para atender.Fale com o PROS via WhatsApp!
👋 Olá, como posso ajudar?