Durante a XV Marcha Azul Marinho, Capitão Wagner volta a defender regime especial de aposentadoria para os Guardas Municipais

O deputado federal Capitão Wagner (PROS-CE) iniciou a quarta-feira,29, participando da concentração dos Guardas Municipais de todo o Brasil, que estão em Brasília para participar da XV Marcha Azul Marinho.

 

Segundo o parlamentar, uma das principiais reivindicações da categoria na marcha deste ano, é a aposentadoria policial. “A categoria veio a Brasília reivindicar aposentadoria policial. De acordo com a reforma da Previdência (PEC 06/2019), as Guardas Municipais se aposentarão pelo regime dos servidores públicos, ou seja, mulheres com 62 anos e homens com 65”, afirmou.

 

Membro da Comissão Especial que analisa a proposta da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Capitão Wagner adianta que vai apresentar uma emenda ao texto solicitando um regime de aposentadoria diferenciado para esses profissionais. “Estamos trabalhando aqui no Congresso para apresentarmos uma Emenda ao texto da Previdência que os coloca em regime especial, logo serão aposentados com 55 anos, tanto homens quanto mulheres, com 30 anos de contribuição e pelo menos 25 anos de serviços prestados. Entendemos que esses profissionais são de grande importância para a segurança de todos. E as atividades desenvolvidas correm riscos semelhantes aos de policiais”, acrescentou o deputado.