Nova voz em defesa das mulheres no País

Maria Aparecida

Defender a mulher contra a violência doméstica não deve ser apenas a bandeira feminina de um partido, mas a bandeira de todo cidadão que tem temor a Deus, amor próprio, respeito a si e ao próximo.

A mulher não pode se calar diante da violência, seja ela vítima ou apenas testemunha de uma agressão. O Pros Mulher, presidido pela doutora em Teologia, Maria Aparecida dos Santos, diante dos números assustadores de violência contra a mulher no Brasil, levanta a sua voz em defesa da mulher e contra qualquer tipo de violência contra aquela que tem o dom da maternidade.

Para fortalecer essa corrente no combate à violência o Pros Mulher, hoje no Estado de Goiás presidido por Etzalena Euclides Pereira, está se fortalecendo em todos os Estados da Federação para que a mulher ocupe o seu devido lugar na sociedade: a força feminina na política, no poder e nas decisões.

“Uma mulher agredida é uma sociedade manchada, é uma sociedade sem identidade, sem história, sem presente e sem futuro. Portanto”, ressalta Aparecida, “o silêncio de uma pessoa agredida é alimento que fortalece os ignorantes, os brutos e ninguém deve se calar diante de uma agressão”, lamenta qualquer agressão e incentiva a denúncia.

“É importante que, em busca de mais respeito, mais dignidade e mais representatividade, aumentemos a nossa bancada feminina no Congresso Nacional”, defende Aparecida.

Em Goiás, o Pros Mulher trabalha para fortalecer a bancada feminina no Estado e, para isso, Maria Aparecida dos Santos já visitou a cidade de Niquelândia, que tem como presidente Deyvi Alves; a cidade de Uruaçu, onde o vice-prefeito Francisco Gomes Neto é o presidente municipal; a cidade de Carmo do Rio Verde, presidido por José Tavares; o município de Crixás de Goiás, que tem como presidente, Tânia Martins e a cidade de Porangatu, onde o prefeito José Reis é o presidente municipal.

Além disso, os municípios de Alto Horizonte de Goiás, presidido por Carlos Daniel e Ceres de Goiás, que tem como presidente Maritônia Leão, receberam a visita da presidente do Pros Mulher, Maria Aparecida dos Santos.

No Brasil a cada 90 minutos morre uma mulher vítima de agressão. Um dado que envergonha a sociedade, um dado que exige uma nova postura das autoridades, um dado que impõe a todas nós, mulheres, o dever da união, o dever da solidariedade para o bem de todas e para o crescimento de todos os brasileiros, principalmente dos nossos filhos que devem crescer num país mais civilizado e com menos violência.

“Defender a mulher contra a violência não será apenas a bandeira do Pros Mulher, mas o estandarte de toda uma geração que compartilha da civilidade, do respeito mútuo e que agora ruma para a construção de um novo país, um país com mais respeito e mais dignidade para todas nós”, finaliza Aparecida.

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS

Receba nossas atualizações e notícias

Compartilhar:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Notícias Relacionadas

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de atendimento está online para atender ao público.
👋 Olá em que posso ajudar?

ACESSAR SGP