Telma Rufino é eleita presidente da CPI que vai investigar o crescente número de feminicídios no DF

A deputada distrital Telma Rufino (PROS-DF), foi eleita, por unanimidade, nesta terça-feira,05, para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar o crescente número de feminicídios no DF.

De acordo com a parlamentar, o objetivo da CPI será promover políticas públicas de combate a qualquer tipo de violência contra a mulher. “Esta CPI não veio para brincar. Para investigar os casos de Feminicídio existe a polícia que será acionada. Estamos aqui, para fazer políticas públicas em prol das mulheres que sofrem algum tipo de violência. A mulher muitas das vezes não faz a denúncia, porque não tem para onde ir. Vamos trabalhar em parceria com a Secretaria de Segurança Pública, Educação, Saúde, CRAS, Procuradoria, Ministério Público, Polícia Civil, e demais órgãos”, explicou a deputada.

Para Telma, o Feminicídio não acontece da noite para o dia, uma vez que a violência se inicia aos poucos dentro da própria casa. “Aceitei ser presidente desta CPI por ter vivido essa experiencia em família. Minha mãe sofreu violência doméstica por 20 anos”, relatou.

A reunião de trabalho da Comissão já esta convocada para esta quinta-feira,07, às 14h. Vale lembrar que, a CPI terá a duração de 180 dias que podem ser prorrogados. “A CPI não será usada como palanque político para nenhum parlamentar. Pretendemos focar em ações de prevenção ao feminicídio, com atuação junto a crianças e adolescentes. Temos que tocar para frente e prevenir o feminicídio”, adiantou a Presidente.

 

 

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está online para atender.Fale com o PROS via WhatsApp!
👋 Olá, como posso ajudar?