Telmário critica gestão das relações exteriores do Brasil e pede a demissão do Ministro Ernesto Araújo

Em discurso proferido em plenário, nesta segunda-feira, 18, o senador Telmário Mota (PROS-RR) criticou a condução das relações exteriores brasileiras e pediu para o presidente da República, Jair Bolsonaro, que demita o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

O senador lembrou o artigo 4° da Constituição Federal, que diz: “A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando à formação de uma comunidade latino-americana de nações”.

Na opinião de Telmário, o chanceler tem colocado os seus interesses ideológicos, acima dos interesses do Estado, interferindo na boa relação entre os países membros do Mercosul, que é essencial para o desenvolvimento do Brasil. “A busca da integração latino-americana é uma política de Estado. Portanto, um objetivo nacional permanente e não uma política que possa ou não ser perseguida por esse ou aquele governo, por esse ou aquele partido, ao sabor de suas preferências ideológicas”, justificou.

Para o senador, a política equivocada na condução das relações exteriores também influenciou para pior a situação caótica que vive hoje o Estado de Roraima. “Roraima, hoje, está afundada em violência; Roraima hoje perdeu a qualidade de vida, um Estado que é expoente, um Estado que é a esperança do nosso povo, mais do que isso, o Eldorado brasileiro. Mas por uma política errada desse ministro, nada está acontecendo. Este homem veio para desfazer tudo o que o Presidente Jair Bolsonaro prometeu para o Estado de Roraima. Está faltando a mão do Governo Federal para liberar as terras, resolver a questão energética, negociar a dívida, fazer enquadramento dos servidores do ex-território, acabar com essa guerra fria desnecessária entre Brasil e Venezuela e ajudar essa acolhida, como foi feito no Haiti, dentro da própria Venezuela, e não trazendo para o Estado de Roraima”, concluiu.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está online para atender.Fale com o PROS via WhatsApp!
👋 Olá, como posso ajudar?